Você que está nos corres para viver do seu negócio, é empreendedora(o) e quer saber o que são negócios de impacto da periferia?

É pra você a Pílula NIP, um momento de troca, ampliação de rede e conexão com mentorias especializadas.

CONHEÇA OS SELECIONADOS

O QUE É A PÍLULA NIP?

A Pílula NIP é um espaço de conhecimento e aprendizado em um curto espaço de tempo. Ou seja: um espaço (virtual) de troca e de informações úteis e aplicáveis à rotina da empreendedora e empreendedor de forma prática. Nossa estratégia é segmentar o conteúdo. São três dias de interação com conteúdos exclusivos e que ajudam a pensar e estruturar novos negócios com dicas, esclarecimentos sobre diversos assuntos e exercícios rápidos. Teremos também uma rica mentoria e conexões entre os empreendedores e empreendedoras.


Essa jornada será 100% online, muito curta e vibrante!

OBJETIVO

Possibilitar que os empreendedores e empreendedoras analisem, compreendam e articulem melhor o conhecimento para diferentes realidades dos quais estão inseridos. A Pílula NIP vai procurar adequar a prática pedagógica para atender às demandas atuais, estabelecendo uma nova maneira de mediar o processo de aprendizagem com a realidade e desafios do cenário com o COVID-19 e pós pandemia.

PRA QUEM É A PÍLULA NIP?

É para você que está empreendendo na periferia e procura potencializar o seu negócio.

FORMATO

Serão 3 dias de participação com exercícios de aprendizagem, trocas entre empreendedores, feedbacks e mais informações sobre o tema. Dia 25, 26 e 27 de Novembro das 17h às 18h30.

1º dia

Construção de rede e comunicação objetiva.

2º dia

Como estruturar um negócio com impacto.

3º dia

Mentorias

Mentoras (es)

Adélia Rodrigues

Psicóloga, educadora emocional libertária, graduanda de sociologia. Atua a mais de 10 anos em ong’s, presta consultoria e formações com ênfase em questões de gênero. Fundadora da plataforma de conhecimento feminino e feminista As Minas; É sócio gestora do Gastronomia Periférica, Co-criadora do APP Gastronomia Periférica e do serviço de catering focado em aproveitamento total - Rango. Coordena a área pedagógica da escola de Gastronomia Periférica além de lecionar na disciplina de Micropolítica e auto desenvolvimento para os alunos do curso de Gastronomia. Saiba mais 

Aline Rodrigues

Moradora do Campo Limpo, jornalista co-fundadora da produtora independente de jornalismo de quebrada Periferia em Movimento, educomunicadora e intérprete de Libras. Co-fundadora da Rede de Jornalistas das Periferias e do Fórum Comunicação e Territórios. Integrante da comissão organizadora do Prêmio Vladimir Herzog e integra o Fórum Permanente de Debate e Reflexão Sobre o Sistema Penitenciário e Carcerário. Saiba mais 

Carlos Alberto

Economista pela Universidade Federal de Alagoas, pós-graduado em Gestão da Inovação no SENAC-SP.CEO e Founder da Startup Weuse, um guarda-roupas virtual de consumo compartilhado de roupas com o conceito Inovador de Fashion as a Service - FaaS. A We Use nasceu em março de 2017 e da lá até aqui passou por dois programas de pré-aceleração, Startup-SP/Sebrae-sp e Samsung Ocean em 2017, Vencedores do concurso de empreendedorismo - Empreenda do Senac-nacional, acelerados pelo VAITEC em 2018 e pela ANIP em 2019, Startup residente na Estação Hack do Facebook em 2020. Saiba mais 

Carlos Humberto

Fundador e sócio da startup Diaspora.Black.

Nascido em Nova Iguaçu, Bacharel em Geografia e Meio Ambiente pela PUC-Rio. Morou em Boston, onde fez intercâmbio na Universidade de Harvard. Trabalhou para o Canal Futura da Fundação Roberto Marinho e a Fundação Vale na área de gestão de projetos. Saiba mais


Cristiano Cardoso

Cristiano sócio-fundador do ReciFavela e Recircular, pai de 3 meninas feministas e 1 menino. Sou

catador há 14 anos. Nessa estrada já fui camelô, vendedor ambulante.Sou morador da favela mais velha de São Paulo, um dos fundadores da Cooperativa, que hoje tem 12 anos de existência. O RECIFAVELA realiza o trabalho de coleta seletiva com o público diverso da favela da vila prudente e adjacências do qual tem objetivo de incentivar a destinação correta do "tal lixo", que não é lixo e sim resíduo. Que é dinheiro! Acelerando da ANIP na 3ª Edição.

 Saiba mais 

Diel KFZO

Daniel Bruno conhecido como Diel KFZO é rapper, instrumentista, produtor cultural e educador popular. Cria das periferias de São Paulo, Capão Redondo e JD. Ângela (zona sul) tem como “estilo de vida” a cultura Hip-Hop. Atua como como educador social na A Banca. Saiba mais 

Dj Bola

Marcelo Rocha, o DJ BolaABanca é pai de 3 filhos, Dj da banda Abôrigens, fundou A Banca em 1999 como um movimento juvenil e em 2008 A Banca virou um Negócio de Impacto da Periferia. Foi homenageado pelo prêmio TRIP TRANSFORMADORES em 2014. Realizou o 1º Fórum de Negócios de Impacto da Periferia no Jardim Ângela zona sul de São Paulo em maio de 2017, Co-criou a ANIP - Articuladora de Negócios de Impacto da Periferia em parceria com a FGVcenn e a Artemisia é conselheiro do Instituto Coca Cola Brasil e Fellow da Social Good Brasil e Fellow da Ashoka. Saiba mais 

Ednusa Ribeiro

Administradora, Especializada em Gêneros e Etnias - USP e Gestão de Recursos Humanos - UNINOVE e Autogestão, Cooperativa e Economia Solidária - UNIFESP, que com a ajuda de Vilma Wicky fundamos e coordenamos o Coletivo Meninas Mahin tem como objetivo fomentar o empreendedorismo da mulher preta e contribuir no combate as desigualdades raciais mediante atividades afirmativas que são promovidas nas feiras Afro Meninas Mahin, através da prática interdisciplinar, ou seja, a integração com atividades: artesanais, artísticas, esportivas, musicais, literária, oficinas, ações de cidadania, entre outras. Saiba mais

Elisa Larroudé

Docente da FGV EAESP em comunicação, empreendedorismo social e consultoria, além de co-coordenar a disciplina Oficina em Organizações (www.fgv.br/oficina). Integra o Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios (FGVCENN). É advogada (USP, 1999), mestre (2006) e doutoranda (desde 2017) em Administração Pública e Governo (FGV EAESP). Desde 2019, é organizadora licenciada do TEDxFGV.

Saiba mais

Fabiana Ivo

Coordenadora Pedagógica do Negócio Impacto da Periferia A BANCA, gestora operacional da ANIP - Articuladora de negócios de Impacto da periferia. Tem entre seus trabalhos Cursos Temáticos em consonância com os Projeto Político Pedagógico das escolas/organizações, 15 anos de experiência em Educação Popular e de pesquisa de Literatura Marginal. Atuante nos movimentos de educação e cultura, militante das religiões de Matriz Africana. Como empreendedora social traz a necessidade de ocupação imediata de mulheres no Ecossistema de Negócios de ImpactoSaiba mais 

Fabio Silva

Fabio Silva, morador de Itaquera - SP, formado Administração com formação específica em Gestão Ambiental,

sócio fundador da Reciclo Beleza Sustentável e da XTEC VERDE. Com 8 anos de empreendedorismo indo para o terceiro negócio formal, adora esportes radicais e empreender com negócios de impacto, sendo seu propósito de vida.

 Saiba mais 

João Guedes

Educador, empreendedor e palestrante apaixonado por criatividade, inovação, novas tecnologias e acima de tudo pelo ser humano. João Guedes é graduado em Produção Audiovisual, Locutor, Sonoplasta, Agente Cultural formado pelo Senac e usa a comunicação como ferramenta de transformação social. Sócio-fundador da Emperifa, empresa pioneira e especialista em gestão da criatividade para negócios periféricos da Indústria Criativa que atua com metodologia e ferramentas próprias na formação de empreendedores na periferia. Atua na formação e desenvolvimento de novos negócios e cocriação de soluções personalizadas para pessoas e empresas em empreendedorismo. Tem experiência de mais de 15 anos como arte educador atuando com coletivos socioculturais e comunidades de base. Saiba mais

Ju Dias

Ju Dias é uma publicitária que encontrou na comunicação uma maneira de promover os pequenos negócios das periferias. Em 2017 fundou a Bora Lá, uma agência que tem como objetivo atender os negócios sociais, culturais e de impacto social e pequenas empresas. Atendeu até aqui mais de 300 negócios, oferecendo atendimento personalizado com produtos de comunicação visual e marketing

Saiba mais

Macarrão

Sócio fundador, Produtor cultural e Diretor Financeiro da A BANCA. Atuante no ecossistema de negócios de impacto desde de 2006, já participou de processos de Aceleração das organizações ARTEMISIA, NESST, QUINTESSA e ICE.

​ ​Ativista cultural há 22 anos, desenvolve trabalhos em áreas como captação, gestão e execução de eventos.

Músico que já desenvolveu trabalhos com bandas importantes do cenário brasileiro, é Baixista da Banda Abôrigens e através do estúdio da A BANCA participou da realização de trabalhos autorais de diversos artistas da região do Jardim Â​ngela.​

Atualmente, estabelece conexões estratégicas para o desenvolvimento financeiro da Produtora e para diversas produções culturais, articula e contrata empreendimentos das periferias, favorecendo o desenvolvimento local. 

Palestrante que aborda temas como Negócio de Impacto da Periferia, Inovação Social e Produção de Eventos.Saiba mais 

Priscila Novaes

pesquisadora, cozinheira e produtora cultural. Formou-se em Técnica em Cozinha pela ETEC Camargo Aranha. Fundadora do Coletivo Mulheres de Orí onde lida com as questões voltadas ao desenvolvimento econômico das mulheres 

Proprietária da Kitanda das Minas, empreendimento de impacto social que atua em prol da valorização e reconhecimento da população africana e da diáspora. 

Como pesquisadora, investiga a trajetória de vida das mulheres negras que adotaram como estratégia de sobrevivência a arte de produzir e comercializar alimentos, estudo que deu origem ao livro “Ajeum – O Sabor das Deusas” que aborda temas como religiosidade, comércio de rua e patrimônio imaterial brasileiro. Saiba mais

Thomaz Martins

Diretor Executivo da FGV Ventures, aceleradora de startups da Fundação Getulio Vargas - programa responsável pelo desenvolvimento de mais de 30 startups, que totalizam um valor de mercado de R$95 milhões. Thomaz é Mestre em Estratégia, com pesquisa em empreendedorismo, pela FGV-EAESP e Bacharel em Economia e Controladoria pela USP-FEARP. Entrou para o ecossistema empreendedor em 2015 ao fundar uma startup na área de educação, desde então atua como Consultor e Facilitador de processos de inovação, tendo realizado projetos, workshops ou palestras para grandes empresas e universidades.

Saiba mais

Conheça os selecionados preenchendo esse formulário>>>


REALIZADORES

A BANCA

A produtora A Banca nasceu como um movimento juvenil no final da década de 1990 quando o Jardim Ângela era o lugar mais violento do mundo. Em 2007, passou pelo processo de aceleração da Artemisia; em 2008, estruturou-se juridicamente, tornando-se uma associação. Desde o início de suas atividades, A Banca já realizou mais de 130 eventos gratuitos em espaços públicos da cidade de São Paulo, nos quais se apresentaram 120 grupos musicais, beneficiando diretamente 45 mil pessoas. Atuou com mais de 25 escolas públicas e privadas, oferecendo intervenções educacionais através da cultura Hip Hop e da Educação Popular. Foi a pioneira em fazer conexões de impacto, em busca de romper as barreiras invisíveis culturais, sociais e econômicas com pessoas de diferentes realidades na cidade de São Paulo.

www.abanca.org

 

 

ARTEMISIA

A Artemisia é uma organização sem fins lucrativos, pioneira na disseminação e no fomento de negócios de impacto social no Brasil. A organização apoia negócios voltados à população em situação de vulnerabilidade econômica, que criam soluções para problemas socioambientais e provocam impacto social positivo por meio de sua atividade principal. Sua missão é identificar e potencializar empreendedores(as) e negócios de impacto social que sejam referência na construção de um Brasil mais ético e justo. A organização já apoiou mais de 500 iniciativas de todo o Brasil em seus diferentes programas, tendo acelerado intensamente mais de 180 negócios de impacto social. Fundada em 2005 pela Potencia Ventures, possui atuação nacional e escritório em São Paulo.

www.artemisia.org.br


 

FGVcenn

O Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios (FGVcenn) foi criado em junho de 2004 com a missão de ser um gerador de conhecimento em empreendedorismo no Brasil, construindo uma cultura empreendedora na Fundação Getulio Vargas e contribuindo para impulsionar o ecossistema de empreendedorismo no Brasil. Para isso, o Centro reúne pesquisadores de formações diversas para estudar e propagar conhecimento sobre empreendedorismo de forma multidisciplinar, independente e de acesso público. O FGVcenn é reconhecido como um centro de excelência sobre empreendedorismo e realiza uma série de eventos, workshops, competições de planos de negócios, concursos, congressos e pesquisas, a maioria deles oferecida gratuitamente a um público interno e externo à FGV.

www.eaesp.fgv.br


Contatos para informação:

email: contato@articuladoranip.com ou contato@abanca.org

whatsapp A Banca: +55 11 97564-9825

site: www.articuladoranip.com